SAJ: polícia descarta hipótese de latrocínio em assassinato de jovem na noite de terça (13), “foi execução”

Delegado descarta hipótese de latrocínio em morte de jovem na noite de terça-feira (13), por volta das 21h30 na rotatória próximo ao Mutum e Calabar em Santo Antônio de Jesus. Jonas Half Vida Oliveira estava indo para sua residência quando foi abordado por bandidos encapuzados dentro de um veículo branco que efetuaram os disparos de arma de fogo (aqui). A princípio, a polícia suspeitou ter sido latrocínio, mas após investigação mais detalhada foi descartada essa possibilidade. “Ele já estava sendo seguido por esse veículo, antes de descer da moto, os homens no carro o chamaram pelo nome e efetuaram os disparos. Nas nossas investigações através do SI, temos indício suficiente para afirmar que não foi latrocínio. Foi execução  pelas características, imagens que temos e algumas provas que foram coletadas”, disse o delegado Edilson Magalhães numa entrevista coletiva. De acordo com ele, há três linhas de investigação que não podem ser divulgadas até o momento para não interferir na busca pelos autores do crime. “Ele trabalhava com informática, era estudante universitário, não tinha antecedentes criminais, até então tinha uma vida comum, nada de anormalidade. Assim que chegarmos a autoria deste crime vamos prendê-los. Já temos alguns nomes”, frisou.

Redução de homicídio

Para o delegado, houve redução de 28,6% em comparação ao ano passado. “Quando se trata de uma pessoa do bem que vem a morrer gera uma insegurança maior do que a morte de uma pessoa envolvida no crime. É uma vida de tráfico que não vale a pena, fictícia, a gente que trabalha na polícia não consegue entender o que faz um jovem se envolver numa vida dessas que já é certa a morte. Um dinheiro que ganha rápido e fácil, mas uma vida muito curta. É uma autocondenação para quem escolhe esse caminho, como a bíblia diz: o salário do pecado é a morte”, explica. Ele pontuou a chegada da Rondesp como um grande apoio no combate à criminalidade e a presença da CIPE Central.

error: Conteúdo protegido !!