Produtores e artistas de SAJ se unem, e criam agenda de lives locais organizando datas e horários e pedem a participação de todos.

Diante o atual momento de crise artistas, produtores e divulgadores locais se unem em lives musicais, e essa semana organizaram uma agenda local pra que não aconteça o choque das datas e horários é assim todos possam acompanhar as lives dos colegas e trocar também divulgações.

Algumas lives estão sendo também solidarias com arrecadação de alimentos para instituições e também para amigos músicos que passam por momentos difíceis diante do isolamento social e da falta de shows, em uma live essa semana os artistas Lukas e Gustavo arrecadaram mais de 10 toneladas de alimentos e produtos, o produtor Novaes Black que junto com músicos locais também busca uma forma de auxílio aos colegas da música, e já está organizando um formato, em breve estará marcando uma reunião com o prefeito e músicos representantes do movimento, na última coletiva o prefeito Rogério Andrade sinalizou sobre essa conversa já adiantada em prol dos artistas, e  que vai sim ver um jeito de ajudar os profissionais da música que nesse momento da crise e do cancelamento dos festejos juninos no Nordeste foram atingidos de cheio com a falta de atividades, foram os primeiros a parar e serão os últimos a voltar com suas atividades.

Quem quiser ajudar os artistas pode entrar em contato pelo e-mail: juntosomosmaisfortes [email protected] ou no 71996758367 Wahatsapp

Outra belíssima iniciativa é o projeto  Artista Solidário organizado por Sinho Bernardo e vários artistas, que já arrecadou mais de uma tonelada de alimentos que estão sendo doadas a pessoas carentes e amigos da música.

A ação consiste na arrecadação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene pessoal, bem como depósito em conta bancária. Interessados em ajudar devem entrar em contato pelo WhatsApp 📲 (75)98202-2600/ 992539551 ou pelo Instagram.

 

AGENDA LIVES DA SEMANA

LIVES ARTISTAS SAJ Atualizada em 21/04

Atenção a lista é atualizada de acordo as lives confirmadas
Segunda-feira
20:00 – Jack Samba e Lore Silva.
………………………………………………………
Terça-feira
16:00 – Live com Dj Andersinho
………………………………………………………
Quarta-feira
15:30 – Live solidaria Mara Ribeiro e Doroth Ranyely* ( Andaiá FM)
19:00 – Sam & Kawan
20:00 – Tai e Dan
20:00 – Jack Samba Live projeto palco livre *
………………………………………………………
Quinta-feira

16:00 Dj Ferrary,Dj Byanno e Dj Marcelo Paulista
18:00 – Live com Thecast
20:00 – Yasmim Santiago
………………………………………………………
Sexta-feira
18:30 – Juliano Santana
20:00 – Ícaro Mateus
21:00 – Nilton Giffoni
………………………………………………………
Sábado
16:00 – Live com Dj Andersinho
17:00 – Nilton Negrão
19:00 – Dilma Galvão e Jr Caetano
………………………………………………………
Domingo
15:00 – Jack Samba
Canta as melhores do samba das antigas.
………………………………………………………

A proposta de organização e publicidade das  lives partiu do produtor Novaes Black, junto com Vanjeu Rocha, Jack Samba, Dilma Galvão, Ícaro Mateus e Black Anderson ao sentir o choque de datas e horários em suas apresentações virtuais. Quem quiser divulgar sua live, pode entrar em contato com os músicos acima citados ou pelo e-mail: [email protected] o artista  pode solicitar também a arte do card e a divulgação da live sem nem um custo.

Como as lives se tornaram essenciais para os artistas da música nesse momento de crise

Em pouco tempo, iniciativas próprias de cantores em isolamento social se transformaram em grandes eventos com patrocínio de marcas e arrecadação beneficente de milhares de reais. Com a pandemia do novo coronavírus e as recomendações de distanciamento social, eventos de música foram duramente atingidos. Segundo dados de um levantamento do Data SIM,  realizado em março, mais de 8 mil shows e apresentações foram cancelados ou adiados em 21 estados do país em 2020.

O palco foi transferido para a tela do celular ou computador. Músicos de todos os estilos têm realizado transmissões em que apresentam seu repertório, as chamadas “lives”, que acontecem normalmente nas redes sociais. Cada dia da quarentena conta com um cardápio formidável de “shows” online. Muitos desses eventos têm promovido arrecadações para apoiar famílias menos favorecidas e atingidas diretamente por esse momento de crise.

A modalidade de apresentação passou a ocupar um lugar central no perfil de artistas. “Muita gente já estudava e propunha fazer isso [antes da pandemia], mas de maneira mais tímida. Agora todo mundo foi obrigado a fazer”, afirmou Fabrício Nobre, fundador do Festival Bananada e programador de shows do Grupo Vegas, ao Nexo.

No início da quarentena, a maneira mais comum de live musical era uma proposta bem despojada. Geralmente, é o artista em um cômodo da casa, filmando com seu celular e tocando enquanto conversa com o público. Foi assim que se apresentaram, por exemplo, o inglês Chris Martin, do Coldplay, o americano John Legend ou a brasileira Ludmilla, acompanhada de um amigo ao violão.

Na segunda quinzena de março, dois festivais virtuais reuniram lives de dezenas de músicos brasileiros de diversos gêneros. O Festival Fico em Casa e o #tamojunto, iniciativa do jornal O Globo, transmitiram uma programação gerada a partir dos perfis no Instagram dos artistas.

Em paralelo, artistas sertanejos como Jorge e Mateus e Gusttavo Lima apostaram em produções mais sofisticadas. Seus shows online bateram recordes de audiência no YouTube. Com patrocínio de marcas de bebida, posicionaram as lives como um atraente filão para ações de marketing.

Os artistas menores

“Pode ser um novo formato que vai ficar para os grandes artistas, pois eles conseguem ganhar dinheiro com isso”, avaliou Novaes Black, músico, produtor musical, cultural e artístico e gerente da secretaria de cultura de SAJ. “Para os pequenos é mais uma maneira de se comunicar com o público de forma mais direta. A live para eles está se transformando na nova esfera pública, muito mais do que em um novo filão de mercado.”

“Para os menores é um contato direto com o fã. Enquanto em uma casa de shows você pode tocar para 100 ou 200 pessoas, uma live pode impactar 2 mil, 3 mil ou 5 mil pessoas de uma vez. Pode ser bom para o artista e para marcas que querem ter esse artista por perto”, afirma Novaes, que além de, produtor cultural e músico com mais de 20 anos de carreira, também estuda e trabalha com marketing digital

error: Conteúdo protegido !!